O que fazer para a bateria do celular durar mais

24/06/2018 - por We Pick

Você se lembra do seu primeiro aparelho celular? Eu me lembro muito bem de todos os aparelhos que eu tive até hoje e olha que não foram poucos! Ganhei o meu primeiro celular aos 13 anos de idade e lembro-me como se fosse hoje a sensação que senti: o mundo em minhas mãos. Tá certo que naquela época o mundo não estava tão próximo ainda, mas a aproximação das pessoas estava mais fácil, ao alcance dos meus dedos.

Aos poucos os aparelhos foram ficando mais incorpados, com mais recursos e possibilidades, mas eu nunca vou esquecer do que eu mais curtia nos meus aparelhos antigos: a bateria que durava horrores. Vocês lembram do Nokia 3310? Aquele azulzinho que enquanto vibrava “andava sozinho” e que passávamos horas envolvidos no jogo da cobrinha? Pois é, esse aparelho era só amor e a bateria dele durava dias! Ô saudade que eu tenho desse bendito.

Hoje em dia os aparelhos estão anos luz a frente do Nokia 3310 com câmeras ultra poderosas, gps, navegador para internet, zilhões de aplicativos disponíveis, mas nossos smartphones ainda possuem baterias de curta duração. I mean, é coisa pra caramba para bateria dar conta e a tecnologia já avançou muito nesse sentido, mas a verdade é que para nós, usuários comuns de tecnologia, a bateria dura um dia e olhe lá.

Minha intenção aqui não é falar da qualidade das baterias, mas o que você pode fazer para que sua bateria dure um pouquinho mais no seu dia. Vamos as dicas.

O maior consumidor de energia do seu celular é a tela. Então mantenha o brilho de tela lá embaixo para consumir menos bateria.

O segundo maior consumidor da sua bateria são as conexões de dados (3G, 4G, Wi Fi e GPS). A Wi Fi por exemplo quando está em busca de novas redes (principalmente em trânsito) fica o tempo todo trabalhando e consumindo a bateria. A dica é desligar a Wi Fi quando você não estiver usando ela.

Recursos de mídia (músicas e vídeos) também consomem muito a bateria do seu celular.  É de muita energia que eles precisam. Em um jogo por exemplo você está utilizando vários recursos, com o brilho de tela no máximo e muitas conexões de dados, imagine o quanto a bateria sofre quando você está utilizando tudo na mesma hora.

Outros consumidores vorazes são os apps que rodam em segundo plano utilizando a sincronização de dados de forma constante. Para evitar que isso aconteça, desabilite a sincronização automática dos apps e avalie quais apps estão rodando em segundo plano. É realmente necessário?Animações e efeitos visuais também consomem bateria porque utilizam carga maior de processamento e memória ram do aparelho. Essas animações não interferem em nada no funcionamento do aparelho, portanto você pode desabilitar melhorando o desempenho do mesmo.

É importante levar em consideração que você é o principal responsável pela bateria acabar. Ora, se é você que fica o tempo todo grudado no celular sem razão, é bem possível sim que no momento que você precise, lá se foi a bateria. Hoje em dia podemos contar com dispositivos externos de carregamento, mas eu não quero que você fique nessa loucura de usar mais e mais o seu aparelho porque tem uma reserva de bateria ali que permite que você fique cada vez mais grudado na telinha.

O maior consumidor da bateria do seu celular é você. Quando você aprende a ficar mais tempo offline, vai ter reserva no momento que precisar. E melhor ainda: vai desenvolver uma ótima relação com o seu smartphone, fazendo com que ele trabalhe a seu favor.

Consciência, meus amores. Nosso smartphone já fica conosco o tempo todo, ele também precisa de um tempo.

Abraços e até a próxima.

Texto da Gabriela Brasil Dobbin (@gabrielabrasilorganiza), consultora de organização, especialista em Organização Digital. Quer saber mais sobre a Gabi ou contratá-la, acesse aqui!

Comente esse post!

Deixe seu Comentário