Saiba tudo sobre Singapura, a Cidade Jardim

Maria Canedo

Maria Canedo

Gastronomia
09/12/2015 - por Maria Canedo

Não tem adjetivo melhor para Singapura, a cidade-estado localizada no sudeste asiático, que teve um boom no crescimento econômico e desenvolvimento sustentável a partir da sua independência em 1965, a encantadora Cidade Jardim. Os primeiros sentimentos que surgem quando falamos que vamos para a Ásia é curiosidade, entusiasmo e receio. Sempre tive muita curiosidade de conhecer o mundo asiático, mesmo que uma pequena parte dele, muito entusiasmo em viajar a países tão diferentes e receio pela distância, fuso-horário, longas horas de voo, gastronomia e a cultura tão diferente da nossa em todos os sentidos.

Conheça restaurantes orgânicos em Buenos Aires
Chile: veja opções de restaurantes em Santiago

Mas, diferentemente do que imaginava, mesmo com o choque cultural, fiquei encantada com a educação dos chineses, a organização e limpeza do país, a riquíssima diversidade étnica e ecológica e a atmosfera incrível de um país digno de primeiro mundo. Vamos lá:

COMO CHEGAR
Existem muitos voos que chegam até Singapura, com escalas em diversos lugares do mundo. Partindo do Brasil, você tem a opção que vai direto para Singapura, com parada em Barcelona para reabastecer o avião. Também tem voos com conexão na África, outras países da Europa, Emirados Árabes e Estados Unidos. Eu saí do Brasil e fui direto para Dubai, viajei para Abu Dhabi e por lá fiquei 2 dias. Voltei para Dubai indo direto para o aeroporto para voar até Singapura, onde ficamos 4 dias. Depois de Singapura, voltamos para Dubai com 3 dias de hospedagem e fim da viagem.

A duração do voo de Dubai até Singapura é de aproximadamente 7h30. Bem puxado, mas, para quem já viajou 15 horas do Brasil até Dubai, essa viagem é super tranquila. Voamos com a companhia Emirates em um voo noturno para aproveitar todos os dias de Singapura! Recomendo!

{Dica} Para os novos viajantes, durante o voo você recebe um formulário que deve ser preenchido e apresentado durante a Imigração, que dizem ser bem rápida, eficiente e cortês. Esse formulário é destacado e entregue para você novamente, que deverá guardar cuidadosamente para apresentá-lo novamente durante a saída do país. A diferença de fuso horário entre Brasil e Singapura são 11horas. Praticamente meio dia a mais. Enquanto em Singapura o dia amanhece, o Brasil esta anoitecendo. Incrível e difícil de adaptar!

VISTO
Não é necessário visto para quem quer turistar por Singapura. Só precisa levar passaporte válido com no mínimo 6 meses de validade, passagem de volta e Certificado de Vacinação contra Febre Amarela com validade internacional. Mas quem optar por fazer uma escala e parada em algum país específico antes de chegar até Singapura deve ficar atento às regras de cada lugar. Eu já viajei para diversos países da Europa e posso ajudar com alguma informação. É recomendado tomar a vacina de febre amarela pelo menos 15 dias antes da viagem, já que pode dar reação. Eu e o meu marido não tivemos problema nenhum e tomamos com 1 mês e meio de antecedência, recomendo! 

CLIMA
Em Singapura o clima é quente e úmido, bem parecido com a temperatura de nossas praias brasileiras. Em setembro, o clima variou entre 34ºC e 38ºC, com pancadas de chuva no final do dia. Por isso, não esqueçam de levar ou comprar um guada-chuva no caminho, pois Singapura sempre surpreende com uma chuvinha durante o dia. De acordo com os sites meteorológicos, o clima de Singapura é bem linear durante todo ano. Devido ao clima, as roupas mais indicadas para se levar na viagem são as leves e frescas, como blusas e shorts para as mulheres e bermudas e camisetas/polos para os homens. Não se esqueçam de uma roupa esporte fino para frequentar os restaurantes chiquérrimos da cidade.

MOEDA
A moeda oficial da cidade é o Dólar de Singapura (SGD), que em setembro de 2015 estava aproximadamente valendo R$2,50 reais. Mas não se animem porque, evidentemente, você tem que levar dólares americanos para serem trocados por dólares de Singapura, ou seja, você perde no câmbio praticamente duas vezes. 

TRANSPORTE
Singapura possui um dos melhores sistemas de transporte do mundo, o metrô. Em diversos países que visitei, não encontrei um metrô tão limpo, organizado e todo refrigerado. Incrível, né? Mesmo o táxi sendo muito barato, não deixem de utilizar o metrô para se locomover, é muito fácil e as estações estão distribuídas pela cidade inteira, principalmente muito próximas dos pontos turísticos.

Para vocês terem uma ideia, em uma distância de aproximadamente 12km, que fizemos do nosso hotel para a Ilha chamada Sentosa em 30 minutos {mais detalhes dos passeios no próximo post}, pagamos o valor de 15 dólares de Singapura, o equivalente a R$37,50 com o câmbio de setembro/2015. Já o metrô custou $3 dólares de Singapura por corrida. Singapura possui o sentido de circulação dos carros conhecido como “mão inglesa”, como todos sabem, o motorista fica localizado na direita do carro. Por isso, não indico alugar um carro para passear pela cidade.

ONDE IR
O próximo post sobre Singapura será sobre todos os passeios turísticos, restaurantes e lugares imperdíveis que visitamos, sob o olhar de um arquiteta apaixonada por gastronomia e alimentação saudável. 

ONDE SE HOSPEDAR
Há muito o que se visitar em Singapura, por isso, o melhor hotel para se hospedar pode variar completamente conforme o objetivo de cada um na cidade. Como sabem, a minha viagem a Singapura aconteceu pela visita a uma Conferência de Construção Sustentável quanto para o delicioso turismo. A Conferência e feira aconteceram no Marina Bay Sands Expo & Convention Centre, ao lado do famoso hotel Marina Bay Sands. Infelizmente, não ficamos hospedados nesse hotel, mas encaixamos um hotel excelente e muito próximo ao Centro de Convenções.

√ Hotel Marina Bay Sands
Fantasticamente conhecido pela sua piscina de borda infinita suspensa no último andar, o Marina Bay Sands é conhecido mundialmente e é a hospedagem de desejo de muita gente. O Marina Bay Sands é o maior hotel de Singapura e conta com 2.561 luxuosas suítes e serviços privilegiados. O valor da diária fica em torno de R$ 1,2 mil. Antes que alguém se pergunte, a piscina só pode ser usufruída pelos hóspedes, com acesso privativo que você cruza quando vai desfrutar dos deliciosos restaurantes encontrados no último andar, esses sim, aberto ao público em geral. Além disso, o hotel possui uma passarela de acesso direto ao famoso Gardens by The Bay, com suas Supertress que também encantam o mundo todo.

√ Hotel Conrad Centennial
Ficamos hospedados no Hotel Conrad Centennial. O hotel é 5 estrelas, padrão excelente da rede Conrad distribuída pelo mundo, além de ter um localização privilegiada de Singapura, a 5 minutos de táxi do complexo Marina Bay Sands (Centro de Convenções, Shopping, Hotel, restaurantes). O valor da diária fica em torno de R$ 1 mil. Além disso, o hotel fica ao lado do complexo Suntec City com um shopping e uma variedade enorme de restaurantes. Fomos muito bem atendimentos, o conforto do quarto e a preocupação com os hóspedes é excelente. Super recomendo!

√ Chinatown, Little India, Orchard Road e Sentosa
Quando eu publicar o post sobre os passeios, vocês vão entender melhor sobre cada bairro que mencionei logo acima. Mas, como eu disse, a hospedagem mais adequada depende completamente do seu objetivo na cidade. Dizem que a melhor localização para quem quer turistar pelos principais pontos turísticos é Chinatown, que tem hotéis bem “típicos”, além de ser próximo a Little India e de muitos outros lugares.

Já a Orchard Road, por exemplo, é uma avenida badaladíssima com muito movimento noturno, restaurantes, bares e considerado o local ideal para compras. Lá se encontram o maior shopping de Singapura, chamado ION Orchard, e hotéis com bandeiras conhecidas como o Holiday Inn, com diárias em torno de R$ 600 reais. Sentosa é uma ilha mais distante da cidade, com hotéis luxuosos, praias, parques de diversão, oceanário e muito mais. Ideal para quem quer diversão e curtir o hotel, sem sair do mundo mágico da ilha. Lá você encontra hotéis como o Hotel Capella Singapore e Resort World Sentosa, com diárias em torno de R$ 2 mil e R$ 800, respectivamente.

Enfim, apesar do post ter sido bem grande meu objetivo foi apresentar um cenário geral pra quem quer ir à cidade, pois muitas informações que compartilho aqui com vocês foram grandes dúvidas que tive antes de conhecer a fantástica e perfumada Cidade Jardim, Singapura.

Até a próxima!

Maria,
@dietaecaviar
dietaecaviar.com

Comente esse post!

Deixe seu Comentário