Orgânico, em qualquer lugar do mundo?

Maria Canedo

Maria Canedo

Gastronomia
27/09/2015 - por Maria Canedo

Viagem tem diversos significados. Objetivamente, viajar significa transportar-se de um lugar para outro, percorrer determinada distância com o intuito de chegar em algum destino. Maasss, subjetivamente, viajar significa sonhar, divagar em pensamentos e pelos encantos do momento, transportar-se nas ideias utópicas de um mundo imaginário, em que tudo pode estar organizado de um forma perfeita, e isso só depende de você.

Receita de Viagem

E por que não miscigenar nosso sonhos nos transportando verdadeiramente de um destino para o outro, de uma forma organizada e quase perfeita ? Acho que a viagem surgiu exatamente para isso, para sair do seu estado de espírito, quebrar a rotina, transbordar suas ideias de cultura e enriquecer sua essência de conhecimento e alegria. E a minha viagem foi assim. Por isso, procuro expor minha essência aqui para vocês, através da combinação poética das palavras e ilustrações.

A conclusão mais importante para me manifestar aqui, como prometi para vocês, é: realmente não foi fácil seguir a minha dieta em países tão diferentes! Aliás, para mim, foi praticamente impossível! Mas, como eu defendo, as rotinas existem para serem seguidas, as viagens existem para transformá-las e a consciência, para garantir que o equilíbrio seja mantido.

Como já mencionei para vocês, parte da minha viagem foi destinada à minha profissão, com visitas técnicas a renomados escritórios de arquitetura, empreendimentos sustentáveis, palestras e à Conferência Internacional Green Building; e outra parte foi dedicada à minha vida de blogueira, com toda a bagagem e exigências que vêm com ela. Assim, entre um compromisso e outro, reuniões agendadas e horários determinados, tive que me adaptar com a minha alimentação.

Fundamentada no equilíbrio, eu me permiti! E essas permissões foram intercaladas com lanchinhos orgânicos, massas integrais e até frutinhas para o jantar. Sim, só frutinhas para o jantar, que eram deixadas todos os dias no nosso quarto de hotel {maçãs, bananas e peras fresquinhas}, em um longo dia de reuniões, visitas e passeios incríveis.

Para finalizar essa publicação, ou melhor, esse desabafo {rs}, indico alguns lugares que encontrei no mundo árabe e sudeste asiático e que me ajudaram  a manter o equilíbrio alimentar. Sim, acredito que o produto e a consciência orgânica está espalhada em qualquer lugar do mundo, ou quase:

Organic Foods & Café
Eu visitei essa loja em Masdar City, a cidade sustentável que fica entre Dubai e Abu Dhabi, e me acabei de comprar. Comprei diversos lanchinhos intermediários que me ajudaram a equilibrar as principais refeições. Foi ótimo! E depois da visita ainda descobri que essa loja está espalhada por Dubai e Abu Dhabi, seguem os endereços e mais detalhes no site.

Mawasim Organic Market – Abu Dhabi
A loja fica dentro do Aldar Central Market {que já comentei com vocês aqui}, e possui diversos alimentos frescos e orgânicos, como frutas, legumes e verduras.

The Change Initiative – Dubai
Além de oferecer produtos orgânicos, a loja segue práticas sustentáveis e possui a Certificação LEED Platinum {sistema internacional de certificação para edificações} no seu edifício. Você consegue comprar não só alimentos como também cosméticos , brinquedos e materiais ecologicamente corretos. O melhor é que a loja estava há 5 minutinhos do nosso hotel em Dubai e fica aberta das 8h até 21h.

√ Endereço: Al Barsha 1, Sheikh Zayed Road – Dubai

LivinGreens – Singapura
Deixo essa dica com muito pesar de não ter ido visitar o LivinGreens em Sinapura. Pesquisei muito antes de visitar a cidade e me encantei com a proposta e comentários da LivinGreens, um restaurante orgânico e vegano. Mas infelizmente não consegui visitá-lo devido a nossa agenda corrida. O restaurante fica próximo a Little India.

√ Endereço: 89 Rangoon Rd, Singapura 218375, Singapura

 

Comente esse post!

Deixe seu Comentário