O QUE AFINAL É ASTROLOGIA?

Ana Cristina Abbade

Ana Cristina Abbade

Astrologia
01/03/2013 - por Ana Cristina Abbade

Eu me propus a bater um papo com vocês sobre Astrologia, mas sei que há opiniões variadas sobre o assunto. Há quem adore e que não sai de casa sem ter lido seu horóscopo, mas também há quem nem imagine os benefícios que ela pode proporcionar.

Por isso, como primeiro texto sobre o assunto, decidi esclarecer um pouco o tema.

A palavra astrologia significa - estudo dos astros ou das estrelas. A astrologia é uma linguagem de princípios universais que interpreta a relação entre o homem e o universo. Seu estudo oferece um método de interpretação de nossas características e tendências, sendo assim, é uma ferramenta da qual dispomos para autoconhecimento. Por meio dela podemos ficar mais cientes de nossas potencialidades, dificuldades, de nossos medos, anseios e talentos. Com a análise de trânsitos, por exemplo, é possível saber o melhor momento para realização de determinada tarefa e o período mais adequado para certa atividade ter mais chance de êxito.

Há uma correlação da astrologia com a astronomia pois a Astronomia é a ciência que se ocupa da constituição, do movimento e das posições dos astros; e a astrologia se baseia nestes dados para analisar o andamento dos planetas e a partir de então estudar a relação, ou a correspondência entre os astros e o homem, ou seja, entre os eventos celestes e os humanos.

A Astrologia pode ser classificada como ciência. Não uma ciência cartesiana, pois não nos apoiamos em dados estatísticos, mas com uma grande margem de probabilidade.

A astrologia tem, basicamente, como papel principal conscientizar o indivíduo de suas potencialidades, tendências e de seus recursos dos quais dispõe para melhorar e crescer como ser humano. Ela pode ajudar o indivíduo a se conhecer melhor e a partir desta consciência saber de que maneira agir. Por exemplo, uma atitude impulsiva pode trazer problemas para sua vida, então a pessoa pode trabalhar melhor essas questões para que isso não aconteça.

A astrologia também pode nos trazer a compreensão de nossos estados de humor, nossas preferências e habilidades. Os mecanismos que usamos em diferentes situações mostram nossas metas e como pretendemos chegar a elas, como nos relacionamos com dinheiro, quanto tempo duram nossas fases boas ou ruins. Ela pode direcionar na escolha da carreira,, este é um estudo de Astrologia Vocacional. Pode ainda ajudar na escolha de data para abrir um negócio, por exemplo, para garantir o êxito deste empreendimento.

A função da astrologia é bem mais ampla do que fazer previsões, mas estas podem ser feitas com razoável margem de precisão.

As previsões são feitas, de acordo com o momento celeste comparado ao mapa da pessoa. Esse estudo dá ao astrólogo recursos para que ele possa interpretar o momento no qual está o indivíduo e o tipo de aprendizado que ele terá de acordo com suas experiências. Pode-se estudar uma determinada área e fazer com que ocorram crescimento e transformações. Mas o fato em si de um acontecimento tem ligação direta com a ação da pessoa e seu modo de lida com a questão do momento.

O astrólogo tem um papel bastante importante também pois ele deve, antes de tudo, atuar como intérprete do mapa astral, para poder orientar o cliente a utilizar os meios que ele dispõe para poder superar suas dificuldades.

Sabe-se que quanto mais inconscientes e adormecidos estamos, mais sofreremos o que os planetas apontam. A própria astrologia lida com a energia de cada planeta dentro do seu universo simbólico. Cada planeta é carregado de um simbolismo e está vinculado a uma energia que abrange todos os conceitos em relação a este símbolo. Portanto vem dotado de diversos significados e expressões.

Quando um astrólogo interpreta tais símbolos, ele ativa, de forma inconsciente aquele universo dentro da realidade de cada mapa. Portanto, o astrólogo tem o papel de ajudar o cliente a ter consciência de suas potencialidades e orientá-lo de maneira que consiga "ajustar" essas energias potenciais.

O astrólogo deve estar centrado em orientar o indivíduo e não apenas em mostrar o quanto ele pode saber da pessoa por meio de seu mapa.

Em linhas gerais, o que podemos dizer sobre Astrologia é:

"Em astrologia não se trata de  "acreditar" mas sim de "conhecer".

Comente esse post!

Deixe seu Comentário