Friendzone nem pensar!

Maria Augusta-Blog Belicosa

Maria Augusta-Blog Belicosa

Comportamento
07/08/2015 - por Maria Augusta-Blog Belicosa

Em tempos de “oba oba” onde ninguém quer se envolver de fato, tem medo de se expor e mostrar ao outro que esta afim dele ou dela a friendzone parece ser inevitável.

Ansiosos por ficar perto da pessoa acabam se tornando íntimos demais e a zona de amizade prevalece. E por mais que digam que isso não existe, pelo menos uma vez todo mundo vai se ver nessa situação.

Ao ser elevado a condição de amigo, brother ou coleguinha você passa a ser uma espécie de irmão para o outro, que o verá como assexuado e sem chances de rolar algo mais.

Ha casos em que a friendzone, além de irmão o sexo rola e vira uma bagunça sem estabelecer limites para o que podemos chamar de relação amorosa.

Mas nem tudo esta perdido, algumas mudanças podem ajudar a reverter a situação.

A primeira coisa é colocar limites: Chegar de pagar o cinema todas as vezes que vão juntos, ouvir as reclamações dela sobre sua mãe e responder whatsapp de madrugada.

Se você gosta da cia da gato ou do gato e não rolou nada ainda, não seja disponível, sentir falta do outro faz parte da sedução. Mas lembre-se esteja próximo o suficiente para ser notado.

Demonstre confiança em si mesmo, isso será um passo importante para chamar atenção dela ou dele para você.

Atitudes simples e mudanças de hábitos podem causar somente estranheza, mas se houver interesse com certeza você será notado afastando de vez a ideia que de é um amigo(a).

Comente esse post!

Deixe seu Comentário