Dicas da Sardenha: o que é bom saber antes de ir

Maria Mazza

Maria Mazza

Dica de Viagens
10/10/2019 - por Maria Mazza

Só de escutar Sardenha, já me lembro dos dias que passei. Isso porque não conheci tudo o que tinha para ver. Que mar incrível! Com uma variação de tons entre o azul e às vezes esmeralda e uma paisagem que marca de forma única.

A Sardenha é a segunda maior ilha do Mediterrâneo, só perdendo para a Sicília. A Sardenha tem aproximadamente 24.090 km² de área e a Sicília 25.426 km². Nos anos 60 a Sardenha era pouco habitada e conhecida, até que o príncipe Karim Aga Khan 4º a visitou e ficou encantado pelas águas. Comprou quilômetros de terras costeiras e assim construiu esse paraíso italiano e deu o nome de Costa Esmeralda.

Para se chegar, pode-se sair de Roma e existem na Sardenha 3 aeroportos: Alghero, Olbia e Cagliari (descemos em Olbia). O voo dura aproximadamente uma hora e para aproveitar toda a beleza da ilha reserve no mínimo 7 dias, mas acho que o ideal mesmo seria 10 dias e, obviamente, no verão, mais precisamente entre junho e setembro. Agosto é altíssima temporada, então os preços sobem relativamente bem.

O que mais atrai os turistas são as praias maravilhosas, entre elas Porto Taverna, Cala Farfalla, La Cinta e Spiaggia del Principe. Porém, deve-se investir em um passeio de barco, pois indo para o arquipélago La Maddalena o mar simplesmente fica indescritível. As Calas Mariolu e Goloritze devem ser conhecidas também de barco.

O ideal é que você alugue um carro. A ilha é grande com uma quantidade de lugares lindo para se conhecer. Além disso a ilha tem cidades e vilarejos muito charmosos. Na província de Sassari fica a histórica Alghero, toda amuralhada e Stintino – com sua famosa praia de La Pelosa de tirar o fôlego.

Fiquei no Cervo Hotel, hoje Sheraton (@cervohotelcostasmeralda). Veja também o site. Existem hotéis mais luxuosos? Sim. Vários, inclusive fomos ao Cala di Volpe, lindíssimo e com uma praia particular muito charmosa, porém como estávamos em 4 amigas achamos que O Cervo Hotel oferecia mais atividades para se fazer.

Mas por que gostei tanto do Cervo Hotel? Ele tem uma localização privilegiada, decoração charmosa, muito entretenimento, restaurantes, lojas em volta (mais de cem) e uma pequena praça onde no verão todas as noites tem alguma atração, oferecendo ao turista dias repletos de atividades. O Hotel também dispõe de uma marina privativa, onde atracam iates maravilhosos e, apesar de não ter uma praia bem em frente, oferece um barquinho que sai a cada 20 minutos à uma ilhota, cuja praia é privada aos hóspedes do hotel com a infra estrutura de espreguiçadeiras, toalhas, etc.

A culinária da Sardenha tem algumas delícias que devem ser provadas, como o pecorino sardo e o pecorino italiano, esse mais leve. Em pedaços ou dentro de algum prato, ele é delicioso. Os culurgiones são uma espécie de pastel recheados com esse pecorino com batata menta, como um guioza. Uma delícia!

Além disso a Sardenha tem excelentes produtores de vinhos. Os vinhos originados a partir da uva Carignano são conhecidos por apresentarem sofisticação e classe, enquanto os elaborados com a casta Cannonau ou Grenache, como é conhecida em inúmeras partes do mundo, possuem baixa acidez, aroma frutado e leve presença de especiaria. Já a uva Nuragus origina vinhos ácidos e a cepa branca Torbato é utilizada na elaboração de vinhos intensos e estruturados. (Fonte @mistralvinhos)

Ou seja, uma ilha de fácil acesso, praias lindíssimas, paisagens de tirar o fôlego, comida e bebida de ótima qualidade e somando à isso, gente muito bonita de todas as partes do mundo.

Acho que já te convenci a visitar a Sardenha, não?

Gostou do que viu por aqui? Acompanhe a gente nas nossas redes sociais Instagram e Facebook.

Comente esse post!

Deixe seu Comentário