Antes do Mister Right

Maria Augusta-Blog Belicosa

Maria Augusta-Blog Belicosa

Comportamento
24/02/2015 - por Maria Augusta-Blog Belicosa

Acostumados a ideia hollywoodiana e errada de que os malvados é que são os legais. Que quando encontramos uma pessoa gentil e educada estranhamos e podemos não saber como nos relacionar e perder o mister rigth.

Bom Rapaz, certinho e até bonzinho são rótulos comuns a estes homens que fazem o gênero boa pessoa e podem fisgar seu coração.

Confundidos com idiotas, bobos e previsíveis. O bom rapaz nem sempre é de trato fácil. Mas algumas dicas simples podem facilitar a relação e fazer você uma pessoa feliz e saudável antes mesmo que encontra-lo.

Um cara legal não é apenas fofo com os outros porque esta interessado em você, ele é assim por caráter. E ser afetuoso com os amigos, gentil com estranhos e respeitoso com os mais velhos são atitudes comuns a ele.

Provavelmente ele ira dispensar um tempo considerável e dedicar alguma energia a ações que talvez você não tivesse. E isso irá significar paciência e aprender a compartilhar o gato com os outros.

O cara que se importa com você, irá te ouvir e apoiar em momentos difíceis, mas não vai resolver os problemas por você, então trate logo de resolve-los sozinha.

Ele estará junto com você nos piores momentos, irá te confortar, enxugar suas lagrimas e te animar. Mas por melhor que seja não poderá ser sua única fonte de consolo.

Arrume terapeuta, faça exercícios ou converse com seus amigos, mas lembre-se resolva seus problemas.

Todos nos vamos cometer erros e ate machucar pessoas que amamos, mas isso não pode ser desculpa para que nunca magoe este cara, tão somente porque não quer contraria-lo ou por fazer suas próprias escolhas.

Aprender a escolher é a melhor maneira de se relacionar, mesmo que cometa erro. Para isso ha o reconhecimento do erro, o perdão e seguir em frente para uma relação saudável com o cara bonzinho e legal que pode chamar de seu.

Clichê, mas fica a dica!

Instagram: @Belicosa55
Twitter: @Belicosa555

1 comentários

  1. Clichê, porém, essencial de se ler!
    Eu preciso reaprender a me relacionar! Eis um texto, diferente dos que eu já escrevi, me aconselhando sem perceber!

Deixe seu Comentário