7 Pecados das Redes Sociais

Maria Augusta-Blog Belicosa

Maria Augusta-Blog Belicosa

Comportamento
19/05/2016 - por Maria Augusta-Blog Belicosa

As redes sociais passaram de simples conexões para ambientes sofisticados e algumas regras devem ser observadas. Saiba quais os pecados comportamentais mais praticados em ambiente digital.

Gula:
Estilo de vida no Instagram parece ser a onda do momento. Ou todo mundo é fitness ou fora de forma, certo? De receitas “gostosas” a projetos para ter o corpo sarado em 30 dias, o desejo insaciável por ser popular invade o digital e o conhecido “fominha” ataca com publicações em excesso não importando se são fitness ou gordinhas.

Avareza:
Investir em bens de consumo que depois não terá como pagar para gerar selfies luxuosas, procurar destinos exóticos só para ser diferente ou ostentar uma realidade financeira que não é a sua é pecado. Hello! A onda digital é ser verdadeiro e engajar com o que tem, não com o que possui. Desapega, Miga!

Luxuria:
Nunca se vendeu tanto pelas redes sociais com o apelo exagerado em corpos cada vez mais sarados, rostos cada vez mais maquiados e fotos altamente produzidas. O resultado desse comportamento é avassalador! E para ser fitness, muitos deixam de ser saudáveis; para serem mais belos recorrem a cirurgias plásticas para se alcançar um padrão que não é o seu e exploram a nudez para influenciar um público cada vez mais jovem.

Ira:
Hoje, os valores morais estão em crise e não precisa de muito esforço para gerar ira na internet, basta emitir uma opinião contraria que alguém certamente fará observações desagradáveis. Muitos se utilizam dessa estratégia para gerar interesse de terceiros, obter benefícios e ainda dar uma de espertinho. Atenção: Isso pode ser tachado de “bulliyng digital”, e é crime!

Inveja:
O olhar malicioso é rei na internet, já que para apreciar o belo sempre terá alguém depreciando e emitindo um comentário invejoso. Se não concorda com comentário, emita pontos de vista e não o desrespeito; não gostou do “Look do Dia”, guarde para você; aquele perfil não te agrada, não siga. Simples assim!

Preguiça:
Linkedin, Facebook, Instagram e inúmeras outras redes sociais em que está presente não funcionarão sem você. Por isso, vale mais a pena ser uma pessoa que não gosta do digital do que estar lá e não responder as perguntas dos seus cliente, interagir com seu público ou ignorar a possibilidade de compartilhamento de conteúdo alheio.

Soberba:
O ser humano está tão carente de relações de verdade que transfere suas angústias para as redes sociais, e o desejo de ser ouvido fica evidente a medida que não importa quem ouça. Então, se está nas redes sociais, procure adotar a política da boa vizinhança e, em vez de fazer um post cheio de arrogância, tenha uma atitude de verdade: Use o bom senso!

Comente esse post!

Deixe seu Comentário